Saúde Mental

Saúde Mental

DEPARTAMENTO DE SAÚDE MENTAL

 

 Coordenador: Gelson Luis Roberto

 

            O departamento de Saúde Mental da AMERGS é estruturado para atender os diversos aspectos, de maneira geral e específica, que envolvem a relação entre o espiritismo e a saúde mental dentro do conceito de saúde promovido pela AMERGS. Nesse sentido, o esforço do departamento não se restringe em dar conta dos aspectos patológicos, antes pelo contrário, focalizamos os aspectos sadios e sua prevenção para promover a saúde integral. O departamento atualmente está composto por núcleos assim definidos:

Núcleo sobre família, núcleo sobre sexualidade, núcleo sobre dependência química e núcleo sobre a psicologia espírita de Joanna de Ângelis.


1- Dos objetivos gerais

 

1.1 – Estudar e criar uma epistemologia adequada ao pensamento espírita, proporcionando uma produção de conhecimento coerente com a filosofia espírita. Uma concepção do que é conhecer e de como se obtém o conhecimento que oriente os métodos, a construção e a utilização do conhecimento, ou seja, uma nova visão de conhecimento.

1.2 – Como conseqüência do primeiro, produzir conhecimentos científicos dentro de uma perspectiva espiritual.

1.3 – Reconhecer a complexidade e permanente atualidade do espiritismo, estabelecendo as interfaces com as demais áreas do conhecimento humano.

1.4 – Educação, prevenção e ação interativa em prol da saúde mental de cunho espírita.

 

 

2-  Dos objetivos específicos

 

 2.2- Oferecer um espaço de apoio e auxílio ao movimento federativo na promoção da saúde mental.

2.3- Criar uma linguagem própria que se defina em termos de uma perspectiva onde não se dissocie ciência e religiosidade.

2.4- Grupos de estudos e seminários teóricos.

2.5-  Artigos pesquisas e outras contribuições possíveis em torno do conhecimento espírita e a saúde mental.


ESTRATÉGIAS

 

1-  Estabelecer metas de curto prazo em termos de organização e objetivos para que os resultados possam ampliar e consolidar o departamento de Saúde Mental.

2-  Criação de grupos de estudos e atividades permanentes de estudo.

3-  Promover e desenvolver pesquisas na área da saúde mental e sua interface com o espiritismo.

4-  Engajar-se nas atividades promovidas pela Associação Médica, tais como seminário e encontros.

5-  Criar uma identidade grupal através de estudos, trocas de interesses comuns e cooperação.

6-  Oferecer recursos pessoais para as atividades desenvolvidas no movimento espírita.

7- Oferecer serviços de saúde gratuitos para a comunidade que integrem a perspectiva espírita na saúde mental.